Inseminação ou Fertilização? Qual a diferença e qual a melhor para mim?

Todos os métodos de Reprodução Assistida, no final, têm um único objetivo: ajudar casais a realizar o sonho de se tornarem pais e constituir uma família. Entretanto, o processo até o objetivo final constantemente gera dúvida.

Afinal, qual procedimento é melhor? E qual o mais adequado para mim?

Vamos responder as suas dúvidas:

 

Qual a diferença entre Inseminação e Fertilização In Vitro?

Tratam-se de dois procedimentos diferentes, que funcionam de modo diferente:

Inseminação

  • A Inseminação funciona com a estimulação por meio de medicamentos para induzir a ovulação. Depois, coleta-se o sêmen, que é transferido para o útero, formando um embrião.

Fertilização In Vitro

  • A FIV constitui um processo em que depois de o ovário ser estimulado com medicamentos, os óvulos são fertilizados com o espermatozoide e mantidos em uma incubadora, para então serem transferidos os embriões.

 

Quero engravidar. Qual dos dois é mais indicado?

Basicamente, o que determina você optar por um procedimento ou por outro é a complexidade do problema do casal.

Para casos mais leves de alterações no sêmen (como por exemplo uma Síndrome do Ovário Policístico), é indicado a Inseminação Artificial.

Já a FIV é indicada para alterações mais complexas, como por exemplo Endometriose profunda ou baixa reserva ovariana, além de ser um procedimento mais adequado para mulheres de idade mais avançada, homens com alteração no sêmen (como baixa concentração ou mobilidade), ou no caso de um dos dois possuir uma alteração genética que possa ser passada para o bebê.

Comments are closed.