Fator Masculino de Infertilidade – Reflexões Práticas

O primeiro grande cuidado ao se discutir a infertilidade por fator masculino, é que não estamos discutindo a sua masculinidade e muito menos sua “potência sexual”. Sabemos que 25% dos casais com dificuldade em engravidar têm como causa principal alguma alteração nos espermatozoides, e por isso a investigação do marido é mandatória em TODOS os casos.

A investigação inicia com a coleta do espermograma. Caso este tenha alguma alteração, confirmada num segundo exame, seguimos com uma avaliação urológica especializada para tentarmos justificar suas causas.

De forma prática precisamos responder duas perguntas:

1) Posso fazer alguma coisa para melhorar a produção e qualidade dos espermatozoides?
Casos como a varicocele (dilatação das veias testiculares) podem ser passíveis de correção cirúrgica, e assim melhorar a qualidade seminal. Temos apenas que ter cuidado em definir se o grau de varicocele justifica a alteração, pois não são todos os casos em que a cirurgia traz real benefício.
Poucos são os outros casos que conseguimos através de tratamento clínico uma melhora efetiva no sêmen. O uso rotineiro das vitaminas pode ajudar de alguma forma, mas na grande maioria das vezes não é a solução do problema.

2) Existe indicação para Inseminação artificial ou Fertilização in Vitro?
Para responder esta pergunta temos que avaliar o tempo de infertilidade do casal, se há algum fator feminino associado e o nível de alteração no sêmen. Casos com uma contagem muito baixa de espermatozoides, ou com tempo de infertilidade maior do que 3 anos, ou com fator feminino associado já nos fazem pensar em Fertilização in Vitro. Casos mais brandos ainda nos permitem pensar numa inseminação como abordagem inicial.

Diversas são as causas de alterações masculinas de infertilidade e temos que ter muito cuidado quando estipulamos um tratamento. Uma avaliação especializada é o passo inicial para trilhar o caminho correto

Leave A Comment

You must be logged in to post a comment.